O exercício físico condiciona diversas adaptações cardíacas que são fisiológicas, habitualmente designadas de “coração de atleta”. Como algumas destas adaptações são semelhantes a alterações típicas de patologias cardíacas, a experiência dos profissionais na avaliação de atletas é fundamental para uma correta diferenciação.

O exercício físico é recomendado em todas as idades, desde a criança ao idoso. No entanto, a avaliação prévia difere tendo em consideração as causas mais comuns de morte súbita de acordo com a idade.

A Cardiologia Desportiva é uma área cada vez mais importante na Cardiologia. Avaliar um atleta é diferente de um não atleta.

É preciso conhecer e identificar os efeitos cardiovasculares do exercício e ter experiência na identificação de doenças cardíacas hereditárias, causas comuns de morte súbita em jovens.